Faça uma doação
Voltar
MOVIMENTO SOLIDÁRIO DA FENAE E PROJETO ESTANTE MÁGICA ENTREGAM LIVROS PARA AS APCEFS

No início de abril, com base na parceria do Movimento Solidário com a Estante Mágica, as bibliotecas das Apcefs serão beneficiadas pela ação de entrega dos livros de um negócio social que aposta na educação para transformar o mundo. Cada associação irá receber dois exemplares, um de cada autor infantil dos municípios de Belágua (MA) e de Caraúbas (PI), lugares onde o programa de responsabilidade social da Fenae atuou para ajudar comunidades que apresentam perfis socioeconômicos de baixa renda. A principal referência para esse trabalho são os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas.

Resultado da parceria com o Movimento Solidário, a ação do projeto Estante Mágica beneficia 40 alunos de escolas públicas em Caraúbas do Piauí e outros 100 em Belágua. No Maranhão, por exemplo, o programa ainda permanece executando intervenções pontuais, para concluir as últimas metas estipuladas para o município. A iniciativa, tanto em Belágua quanto em Caraúbas, busca estimular o desenvolvimento infantil por meio do incentivo à leitura e à escrita, com o apoio à rede de ensino público (educadores e escolas) no fomento a uma educação transformadora.

Pela parceria Movimento Solidário e Estante Mágica, o calendário de distribuição dos livros ficou assim definido: 200 para as 100 crianças de Belágua, 200 para as 40 crianças de Caraúbas do Piauí, 54 para as 27 Apcefs e outros 46 para os 23 diretores da Fenae (total de 100) e 10 para cada empresa-parceira, que abrange, além da Fenae, Wiz e Integra.

Cabe ao projeto, entre outras atribuições, fazer o reconhecimento do trabalho de professores e instituições de ensino que fazem a diferença na vida das crianças de ambos os municípios. O presidente da Fenae, Sergio Takemoto, afirma que as entidades representativas dão um passo decisivo para posicionar-se em torno de um novo ciclo de atuação, que começou em 1971 e se fortalece em 2022. “É assim que buscaremos ampliar ainda mais a contribuição do movimento associativo na Caixa para um Brasil e um mundo melhores”, aponta.

“A iniciativa da parceria entre o Movimento Solidário e a Estante Mágica marca o posicionamento do movimento associativo dos empregados da Caixa para o futuro, coroando uma trajetória de 51 anos de unidade, lutas e conquistas, sempre em defesa dos interesses dos trabalhadores e da Caixa 100% pública, com sustentabilidade financeira e compromisso com a sociedade”, avalia Takemoto.

Para Pedro Riker, coordenador do projeto Estante Mágica, o alcance da iniciativa em Belágua e Caraúbas do Piauí é importante para que se chegue cada vez mais perto do sonho de impactar a vida de 1 bilhão de crianças até 2030 em todo o mundo, conforme prevê a Agenda da ONU. “Por isso ficamos muito felizes em poder contribuir para as taxas de aprendizado do Maranhão e do Piauí, assim como de todos os cantinhos do Brasil onde a Estante Mágica desenvolve um trabalho de educação para a liberdade”, celebra.

Riker informa que o projeto Estante Mágica já ajudou mais de 800 mil alunos a escreverem seu próprio livro e a se tornarem protagonistas da própria história. Ele explica que mais de 1,2 milhão de livros foi criado em escolas públicas e privadas, reiterando que a iniciativa é o maior projeto de incentivo à leitura e escrita no Brasil, presente também em diversos outros países.

Maria Elice Portela, 8 anos, estudante do 3º ano em Caraúbas do Piauí, comenta a experiência de participar do projeto: “Eu gostei muito da produção do meu livro, porque é educativo, legal e muito importante para a minha educação. Eu não achei difícil porque a professora ajudou e foi útil durante a realização do projeto Estante Mágica. Foi muito bonito o livro que escrevi e apresentei”.

Outra estudante que elogia a Estante Mágica é Alice Sandiele da Silva, 9 anos e aluna de uma escola pública em Belágua. “O projeto Estante Mágica é muito bom. Ele nos ajuda a desenvolver nossa leitura e escrita. Também nos ajuda a desenhar, pintar e contar histórias de como está o meio ambiente”, explica.

.

Últimas notícias de Belágua