Faça uma doação
Voltar
Movimento Solidário: hortas comunitárias são inauguradas em Belágua (MA)
Também foram entregues mais um taque de piscicultura e um galpão de criação de codorna. Graças às ações desenvolvidas, realidade das famílias da cidade maranhense já está mudando

Mais uma etapa do Movimento Solidário aconteceu em Belágua (MA), no último fim de semana. Hortas comunitárias foram inauguradas nos povoados de Lagoas, Olho d´água, Bom Princípio, Galegas, Jabuti, Santa Maria e Mocambo 1 e 2. Já na comunidade de Pilões, um tanque de piscicultura foi oficialmente entregue, e o vilarejo de Mendes inaugurou um galpão de criação de codorna. No total, 141 famílias foram beneficiadas nessa fase do projeto.


Silvana Bezerra, de 23 anos, é mãe de três filhos. Toda a família, que mora no povoado de Olho d´água, se envolveu no plantio da horta comunitária. “Tudo melhorou, graças a Deus, e peço para sempre melhorar mais”, disse a agricultora. Representantes da Fenae, da Wiz Soluções, da Integra, das Apcefs de Rondônia, do Maranhão e do Piauí, do Sindicato dos Bancários do Piauí, da Prefeitura de Belágua e do Governo do Maranhão acompanharam as inaugurações.


Para o gerente de Relacionamento da Fenae, David Borges, a participação dos moradores no projeto é um diferencial das ações desenvolvidas em Belágua. “As mudanças não aconteceram por nossa única e espontânea vontade, aconteceram porque a comunidade colocou mãos à obra e aceitou a ajuda de quem ofereceu. Importante destacar também que tudo isso é feito com as doações feitas pelos empregados da Caixa de todo o país”, comemorou.


Domingos de Souza, consultor local do projeto, conta que as comunidades são consultadas durante todo o processo, para que as ações realizadas atendam às necessidades de cada família. “Não adianta a gente chegar de fora com o projeto e dizer que tem que implantar tanques de peixe aqui ou ali, se na verdade o forte seria a avicultura. A comunidade mesmo é que tem que decidir o que quer, e nós damos a assistência”, relatou.


Além das inaugurações dessa etapa, as crianças ganharam chinelos doados pelos colaboradores e voluntários do projeto e as mães receberam leite em pó para reforçar a alimentação dos filhos. A desnutrição era um problema comum em Belágua, mas essa realidade está mudando. As comunidades já estão se alimentando com os peixes criados nos tanques e, a partir de agora, os legumes e verduras produzidos nas hortas vão complementar a dieta das famílias.


O próximo passo é viabilizar a comercialização regular desses alimentos, gerando renda para os produtores. A prefeitura do município, parceira do Movimento Solidário, vai atuar nesse sentido. “Nós vamos entrar com o transporte, para que os agricultores possam expor seus produtos nas feiras do município”, afirmou Neto do Mucambo, secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Belágua.


Movimento Solidário


O objetivo do Movimento Solidário é levar desenvolvimento sustentável para regiões em condições precárias em todo o país, buscando erradicar a pobreza extrema, elevar os níveis de ensino e saúde, e promover a igualdade de gênero e a autonomia das mulheres.


O projeto já mudou a realidade de Caraúbas (PI), e atualmente tem frentes de trabalho nos povoados rurais do município de Belágua (MA) e no Lar de Crianças Nossa Senhora das Graças, em Petrópolis (RJ).


Mais informações sobre o projeto no site www.fenae.org.br/movimentosolidario.


Fonte: Fenae.


Data: 12/07/2017

Últimas notícias de Belágua