Faça uma doação
Voltar
Doações que transformam vidas no Lar de Crianças em Petrópolis
No sábado (28), foram inaugurados a sala de reforço escolar e o piso do refeitório e de um corredor. Também foram comemorados o Dia das Crianças e os 60 anos da instituição

Novos frutos produzidos pela benevolência foram colhidos com festa no sábado (28), no Lar de Crianças Nossa Senhora das Graças, em Petrópolis (RJ). O dia foi de agradecer pelo bem que o trabalho conjunto de solidariedade faz pelas crianças e adolescentes da instituição. Elas festejaram a inauguração da sala de reforço escolar e do novo piso do refeitório e de um corredor, além do Dia das Crianças e os 60 anos do Lar, apoiado pelo programa de responsabilidade social da Fenae, Apcefs, Wiz e Integra Participações.


Das seis décadas de existência da instituição, os 15 últimos anos contaram com a ajuda do Movimento Solidário, uma ação de boa vontade acima de tudo. Por isso, o amor foi a palavra mais expressada nos agradecimentos por parte da administração, dos funcionários do Lar e dos representantes dos apoiadores. Todos conferiram como está estruturada a sala de reforço, que dispõe de dois computadores, carteiras, vários livros infantis e vai contar com a ajuda da professora Graciana Morais. “Tia Graci” acompanhará o conteúdo escolar das crianças, conforme o ano letivo e, principalmente, à medida das carências de cada um deles.


Enquanto os visitantes contavam sobre a satisfação em contribuir com o Movimento Solidário para a melhorar do cotidiano das crianças do Lar, as meninas e os meninos brincavam no parquinho, equipamento também construído com a ajuda das doações dos empregados da Caixa, nas campanhas realizadas na plataforma Mundo Caixa. Hoje, a entidade oferece atendimento individualizado a 31 crianças e adolescentes que estavam em situação de risco. A equipe é composta por 32 pessoas, entre funcionários e voluntários.


Sérgio Takemoto, vice-presidente da Fenae, contou sobre a oportunidade: “É motivo de orgulho saber que esse trabalho tem tudo a ver com o que a gente sonha. É bom saber que os empregados da Caixa puderam oferecer mais perspectiva de um bom acolhimento para essas crianças. Por isso, viemos aqui eternizar o nosso eterno agradecimento”. Duas placas foram entregues nas homenagens, uma a Vera Lúcia Alves, presidente do Lar, e a outra a Hélio Alves, voluntário e representante do Conselho de Administração da entidade.


Jerry Fiusa Santos, diretor da Região Norte da Fenae, também resumiu o que percebeu na ocasião, em Petrópolis: “Vi muito amor sendo expressado por cada um aqui, e ver isso em cada sorriso das crianças nos motiva a contribuir para o crescimento mais saudável delas”.


Vera Lúcia Alves resumiu o agradecimento em nome das crianças: “É muito emocionante poder contar com toda a energia trazida nessa parceria. Essa sinceridade é a mais importante, porque é o valor maior que elas poderão contar. Sem a Fenae, o Lar não existiria. Hoje, essas crianças poderão estudar e ter um futuro melhor porque contaram com ajuda. Agradeço também aos funcionários daqui, que fazem muito para que eu possa dirigir o Lar”.


Hélio Alves enfatiza que 80% do suporte dado à instituição é viabilizado pela Fenae: “O Lar é a prevenção da violência. Mantemos um atendimento individualizado com cada criança, acolhendo-as com todo o sigilo das situações e privacidade para que elas cresçam saudáveis. Com essa grande contribuição de 15 anos da Fenae podemos dizer que ela é a melhor organização social que temos”.


Júlio Silva, empregado da Caixa do Rio de Janeiro, maior doador na campanha realizada no Mundo Caixa, em que foram arrecadados R$ 45 mil, também aqueceu o coração neste sábado: “Quando comecei a doar eu não conhecia o local, somente acreditava na instituição Fenae. Ao ser convidado pela Denise Viana, conheci as pessoas, os funcionários e vi que nisso tudo o que faz a diferença é a atitude. Isso comemoro”.


Denise Viana, analista de responsabilidade da Fenae, que atua em todas as frentes do Movimento Solidário, relatou as ações de transformação que vivencia no Lar e no trabalho realizado em Belágua (MA). “Tudo que contribuímos com amor melhora a vida das pessoas e as nossas também. Sempre me emociono com cada criança que vejo aqui, com o apoio dos empregados, de quem cuida, pois tudo nos transforma”.


Fonte: Fenae.

Últimas notícias de Belágua