Faça uma doação
Voltar
Telecentro, água potável e mais tanques de peixes: a solidariedade continua a mudar vidas
Em Belágua (MA), serão inauguradas, neste fim de semana, mais benfeitorias nas comunidades rurais e na sede do município. Empregados da Caixa doadores do Movimento Solidário estarão presentes

O que têm em comum os empregados da Caixa, uma ONG educacional e uma colônia de pescadores em Belágua (MA)? A decisão de atuar coletivamente para ofertar inclusão digital à população do município maranhense. Explicando melhor: trabalhadores do banco doaram os recursos, a colônia cedeu o espaço físico e o Grupo Geração Santa irá organizar e fazer acontecer os cursos de computação do Telecentro de Belágua, que será inaugurado neste sábado (3). O evento contará com a presença de sete empregados da Caixa, que terão a oportunidade de conferir in loco o resultado da solidariedade que praticam.


Cinco deles representarão os doadores de cada região do país e dois são doadores assíduos do Movimento Solidário. Pessoas como a aposentada Luceny Lima, que trabalhou 33 anos na Caixa e explica porque é uma das mais assíduas doadoras do projeto de responsabilidade social da Fenae e das Apcefs. “Além de confiar plenamente no trabalho realizado, acredito que doar é uma das maneiras de mudar o estado de extrema pobreza de algumas comunidades brasileiras de forma gratificante, ajudando as famílias a buscarem o desenvolvimento sustentável”, destaca.


Além do Telecentro, com 12 computadores que terão acesso à internet na sede do município, eles acompanharão a inauguração de dois tanques de peixes nas comunidades de Pilões e Preazinho, e de um poço artesiano na comunidade de Santa Maria, que já tem um tanque de peixes, mas cujos moradores sofriam com a qualidade da água por causa de seu uso por animais e para a fermentação da mandioca, necessária para a fabricação da farinha. Segundo Denise Viana, analista de Responsabilidade Social da Fenae, cerca de 60 pessoas, a maioria crianças, serão servidas agora de uma água de melhor qualidade, reduzindo as doenças causadas pelas verminoses e favorecendo o combate à desnutrição infantil.


Na comunidade do Preazinho, a mais recente atendida pelo Movimento Solidário, os visitantes irão participar de uma degustação do mel produzido na região, considerado um dos melhores do mundo. A implantação de criação de abelhas, com a montagem-piloto de 50 caixas de animais sem ferrão, é um dos projetos previstos para essa população, de 40 famílias e mais de 130 pessoas.


“É muito importante a presença desses colegas da Caixa, representando doadores do Movimento Solidário de todo o país. Eles terão a oportunidade de conferir a transformação que estamos fazendo na vida dessas famílias de Belágua e, assim, poderão conquistar novos apoiadores para o projeto. A participação dos empregados do banco é fundamental”, afirma o presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira. Além dele, o vice-presidente Sergio Takemoto e o diretor de Esportes da entidade, Carlos Lima (Caco), participarão das inaugurações na cidade maranhense.


Fonte: Fenae.

Últimas notícias de Belágua