Faça uma doação
Voltar
Parceria entre Instituto Fenae Transforma e Estante Mágica articula escolas e fortalece o incentivo à leitura em Caraúbas (PI) e Belágua (MA)
Trabalho articulado do Instituto Fenae Transforma e da Estante Mágica mobiliza secretarias de educação dos dois municípios para ampliar o acesso de estudantes de escola pública ao universo literário

Parceria da Instituto Fenae Transforma com a Estante Mágica irá beneficiar mais estudantes de escolas do Brasil, dessa vez em dois municípios que há anos recebem ampla atenção da Federação: os municípios de Caraúbas, no Piauí, e o município maranhense de Belágua.

A metodologia da Estante Mágica valoriza o protagonismo dos estudantes e estimula o hábito da escrita e a da leitura, conforme explica Pedro Riker de Souza Mello, Analista de Relacionamento da Estante Mágica. “Estante Mágica é um negócio social que acredita na educação para transformar o mundo. Já ajudamos mais de 800 mil alunos a escreverem seu próprio livro e a se tornarem protagonistas da própria história! Com mais de 1,2 milhão de livros criados em escolas públicas e privadas, o Projeto da Estante Mágica é o maior projeto de incentivo à leitura e escrita do Brasil, presente também em mais 5 países”, finaliza o analista.

Desenvolvido por educadores e para educadores a Estante Mágica é uma ferramenta digital criada para enriquecer o processo de aprendizagem que já acontece em sala de aula. “E sim, nosso projeto é totalmente gratuito. Qualquer custo é opcional para as famílias. Ao final do projeto, as famílias podem comprar os livros impressos. Todo o valor da compra dos livros é revertido para que a nossa plataforma continue impactando crianças ao redor do mundo. Porque toda criança tem uma história para contar e nós acreditamos que cada história conta: seja numa escola pública rural do norte do nosso país ou em uma escola comunitária do sul”, explicou Mello.

Por meio de seu programa de desenvolvimento sustentável, Movimento Solidário, o Instituto Fenae Transforma vem realizando as mediações necessárias para implementar o projeto Estante Mágica nos dois municípios com os quais a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) estreitou relações nos últimos anos em prol da transformação da social.

A coordenadora do projeto em Belágua (MA), Adagones Ferreira, destaca a gratidão dos gestores municipais. Fomos contemplados com o objetivo de oferecer oportunidades para a os alunos da rede municipal do nosso município. Queremos aqui destacar o compromisso com a educação do município de Belágua na pessoa do gestor municipal de Herlon Costa, e da secretária de educação, Vilma Gomes, que com muita gratidão receberam e aderiram esse projeto de braços abertos e que vem para contribuir com a educação no nosso município”, disse Adagones, que também é coordenadora da secretaria de educação do município.

“A Estante Mágica é um projeto que eu admiro bastante, que realiza sonhos, como o sonho comum na infância de lançar um livro! É um projeto didático, na escola, e os professores podem participar da realização desse sonho. Enquanto elas realizam um sonho, os professores aproveitam a ocasião para ensinar os conteúdos programáticos de forma que facilita o aprendizado”, afirma Darkson Machado, responsável pela facilitação do processo em Caraúbas, no Piauí.

A diretora de Impacto Social da Fenae, Francisca de Assis, comenta sobre o compromisso que a instituição possui com as localidades por onde passa. 'Colocar esse projeto em duas cidades que a Fenae, com o Movimento Solidário, se instalou com a possibilidade de oferecer oportunidades, é algo que a gente precisa valorizar, acompanhar, precisa intensificar e dizer que estamos juntos para fazer as pessoas dessas duas cidades compreenderem a importância de suas crianças sonharem com um futuro bom'.

O projeto de incentivo à pretende beneficiar 60 alunos de escolas públicas em Caraúbas (PI) e outros 100 em Belágua (MA). Para conhecer mais sobre a inciativa, acesse estantemagica.com.br.

Caraúbas - PI


Belágua - MA

Últimas notícias de Belágua