Faça uma doação
Voltar
Ações do Movimento Solidário, em Belágua (MA), são pautas de reunião com o governo do Maranhão
No encontro, o secretário de Direitos Humanos destacou a relevância do programa no enfrentamento da situação de vulnerabilidade social no município, com ações de incentivo à produção local, geração de renda e sustentabilidade

Presente no município de Belágua (MA) transformando vidas há 4 anos, o Movimento Solidário deu, nesta sexta-feira (13), um passo importante em direção ao fortalecimento e estruturação do programa de responsabilidade social da Fenae, Apcefs, Instituto Fenae e Wiz. Para colocar em prática novos benefícios para as comunidades atendidas e estabelecer uma métrica assertiva que aponte os impactos do programa ao longo deste período, quatro frentes de trabalho foram identificadas no alinhamento da parceria com o governo maranhense.

No encontro no Palácio dos Leões, sede do Poder Executivo estadual, quatro temáticas nortearam uma agenda positiva. São elas o levantamento de dados para comprovar a evolução no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do município desde a chegada do Movimento Solidário; soluções para formas de escoamento dos produtos fabricados nas comunidades onde o programa atua; regularização fundiária das terras para estruturação do projetos; e formalização das cooperativas e associações locais.

Segundo o diretor do Instituto Fenae, David Borges, a essência do Movimento Solidário é a articulação em benefício das comunidades carentes. 'Temos o desafio de mostrar que, com pouca participação, as doações dos empregados Caixa mudam radicalmente a vida das comunidades. Por isso, a importância dos dados oficiais sobre controle de doenças e verminoses, por exemplo', avaliou

Coordenador do plano Mais IDH, o secretário de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) do Maranhão, Francisco Gonçalves, conta que o enfrentamento das desigualdades no estado é feito com uma visão estratégica e parcerias com a sociedade civil. 'Belágua é um dos municípios de menor IDH do estado, mas a realidade de extrema pobreza vem sendo modificada com a forte presença do Movimento Solidário, financiado e apoiado pelos empregados Caixa, possibilitando às famílias beneficiadas instrumentos para que elas mesmas possam ser autoras das mudanças em suas vidas'.

Desde a chegada do programa no município maranhense em 2015, já foram implementados 14 tanques de peixes, 10 hortas comunitárias, oito poços artesianos, dois de suinocultura, dois galpões de galinha caipira, uma casa de farinha e um apiário. Com a inclusão das atuais cinco comunidades, o Movimento Solidário passou a totalizar 23 localidades atendidas em Belágua, atingindo mais de 1700 pessoas que viviam em situação sócio econômica precária.

De acordo com a presidenta da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp), Loroana Santana, são ações que visam aportar famílias em situação de vulnerabilidade social. 'Essas famílias são beneficiadas tanto na questão da segurança alimentar como também estão comercializando o excedente da produção. É com muita felicidade que falamos sobre projetos que buscam melhorar, cada vez mais, o IDH e a renda do nosso estado', ressaltou.

A diretora da Região Nordeste da Fenae, Giselle Menezes, falou sobre a audiência. 'Houve melhora nos índices de saúde, por exemplo. Os impactos também são notados na educação e agricultura. Esse momento foi de avaliação e para definir ações futuras do projeto', disse a diretora.

Participaram também do encontro entre a Fenae, Apcefs, Instituto Fenae e governo do Estado do Maranhão, os presidentes das Apcefs do Rio Grande do Sul, Marcelo Carrión e de Minas Gerais, Paulo Roberto Damasceno; a analista de Responsabilidade Social do Instituto Fenae, Denise Viana; a assessora técnica da Sedihpop, Zeni Pereira; a chefe do Departamento de Estudos Sociais e Regionais do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), Talita Nascimento; e o secretário adjunto de promoção do Mais IDH da Sedihpop, Bruno Lacerda.

Últimas notícias de Belágua