Faça uma doação
Voltar
Movimento Solidário: Empregados Caixa doam R$ 15 mil para o Lar das Crianças em Petrópolis (RJ)
A visita levou as doações da Campanha Realize Sonhos e Ganhe Sorrisos do Mundo Caixa. Valor será revertido para a manutenção da instituição

Gargalhadas contagiantes, um brilho no olhar e muita brincadeira. Foi assim que as crianças do Lar Nossa Senhora das Graças, em Petrópolis (RJ), receberam os empregados da Caixa na visita neste sábado (23). A visita também entregou mais de R$ 15 mil e presentes para os meninos, resultado da campanha 'Realize sonhos e ganhe sorrisos', onde os empregados da Caixa puderam trocar pontos do Mundo Caixa ou doar valores em dinheiro. As doações colaboram com o Movimento Solidário, da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) e Associações do Pessoal da Caixa (Apcefs), melhorando o Lar das Crianças.

Mirian, 9 anos, sabe bem a importância dessas doações. Ela e mais 18 crianças de 0 a 12 anos têm cuidados especiais na instituição, como toda criança merece. 'Eu gosto muito do Lar, adoro pular corda. E quando vêm as visitas é bom porque a gente brinca muito', contou a menina que sonha em conhecer a Disney.

Em 13 anos, mais de 30 mil empregados já participaram dessas doações e somaram mais de R$370 mil. Foi graças a essa verba que foi possível fazer melhorias na cozinha, na lavanderia e berçário, a reforma da sala de reforço escolar e da quadra de esportes.

'Se a gente não construir agora o presente, elas com certeza não terão um futuro. Aqui encontramos crianças felizes porque estão tendo uma oportunidade de vida e de expectativa de futuro. Para nós, que somos dirigentes da Fenae, é motivo de orgulho participar de um projeto como esse', afirmou o vice-presidnete da Fenae, Sérgio Takemoto.

Quem visita o Lar das Crianças se depara com um ambiente muito caloroso e acolhedor, fator essencial para o momento díficil pelo qual esses meninos e meninas estão passando. 'Estou sem palavras. O espaço é muito acolhedor, é o que as crianças que aguardam uma paternidade resposável precisam. E enquanto existe essa espera, existe todo o zelo e cuidado, toda uma organização, para que não haja sofrimento nessa espera', contou Cely Cristina Bezerra Nascimento, de Aracaju (SE), empregada Caixa há 30 anos e uma das vencedoras do sorteio da campanha Realize Sonhos e Ganhe Sorrisos.

Para Raquel Boatto de Moares, São Paulo (SP), que há 6 anos trabalha na Caixa e também vencedora do sorteio, o resumo da visita foi de gratidão. 'As instalações são bem conservadas e as crianças são muito bem tratadas e elas só querem carinho. A gente sai um pouco da realidade de agência e temos a real percepção que a nossa doação tá sendo aplicada para uma causa que de fato funciona. No momento eu estou sentindo muita gratidão, estou muito feliz de estar conhecendo as histórias de cada uma das crianças. São as nossas doações que fazem esse projeto continuar vivo', declarou.

A Apcef/RJ atua de perto no Lar das Crianças incentivando as doações, abrindo as portas da Associação e fazendo visitas a instituição. 'As pessoas quando chegam aqui ficam emocionadas de ver as crianças bem tratadas e educadas. Isso faz toda a diferença na Fenae junto com as Apcefs para fazer as doações', destacou o presidente da Apcef/RJ, Paulo Matileti.

A analista de Responsabilidade Social do Instituto Fenae e coordenadora do Movimento Solidário, Denise Alencar, faz um balanço positivo de 2019 para o Lar das Crianças. 'Temos que agradecer todos os empregados da Caixa. Gracas a eles foi possivel ter um espaco adquado feito para eles e principalmente manter toda essa equipe multidisciplinar. Foi um ano de muito aprendizado e também agradecimento às empresas que compõem o Movimentos Solidário: Fenae, Integra e Wiz. Terminamos o ano com o dever cumprido', avaliou Denise.

Mais que uma casa, um Lar

Há 62 anos o Lar Nossa Senhora das Graças abriga crianças e adolescentes encaminhadas pelo Conselho Tutelar e Vara da Infância e da Juventude. São meninas e meninos que tiveram a guarda retirada dos pais ou responsáveis por motivos diversos, como abandono familiar, abusos diversos, por terem genitores com transtornos mentais graves, dentre outros que os colocam em risco e vulnerabilidade social.

'Certamente se a gente não tivesse o apoio da Fenae, e se esse serviço fosse desenvolvido pelo município, a qualidade não seria a mesma. Esse é um ponto muito claro para nós. A Fenae esta fazendo o bem de maneira efetiva e direta', afirmou o promotor de Justiça da Infância e da Juventude de Petrópolis, Vicente de Paula Mauro Junior.

Além de estudarem regularmente na rede oficial de ensino, as crianças recebem apoio pedagógico e reforço escolar na instituição, que também presta atendimento psicológico, dentário e médico.

'A presença dos empregados Caixa no Lar é visivelmente gratificante. Aqueles que já tiveram no Lar, puderam sentir a força que tem o sorriso daquelas crianças, porque eles ficam engrandecidos com os empregados da Caixa lá dentro', ressaltou a diretora do Lar das Crianças, Vera Lucia Alves.

Doe para o Movimento Solidário e ajude a mudar a vida de centenas de pessoas: www.fenae.org.br/movimentosolidario

Últimas notícias de Belágua