Faça uma doação
Voltar
Campanha emergencial do Movimento Solidário atinge metas de distribuição de cestas básicas em Belágua
Empregados da Caixa doaram R$ 116.539,85 em pontos do Mundo Caixa e dinheiro pelo PagSeguro. Ação foi encerrada em 31 de maio e beneficiou os moradores mais vulneráveis nesse momento de luta contra a pandemia do coronavírus

Foi um sucesso o resultado da solidariedade praticada por empregados da Caixa Econômica Federal de todo o país, além de centenas de outras pessoas, em prol da campanha emergencial 'Juntos por Belágua', uma iniciativa do Movimento Solidário da Fenae. Entre os dias 8 de abril e 31 de maio, período em que a ação esteve no ar, um total de R$ 116.539,85 foi arrecadado em pontos do Mundo Caixa e dinheiro pelo PagSeguro, ultrapassando com folga a meta inicial de R$ 100 mil.

O número de doadores surpreendeu. Um grupo de 4.387 participantes fez a doação em pontos no site do Movimento Solidário. Também, por meio dessa plataforma, 688 pessoas doaram pelo PagSeguro, no formato dinheiro ou crédito. No dia 31 de maio, quando foi encerrada, a campanha registrou um total de 5.075 doadores.

Essa ação, vista como fundamental pelo presidente da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae), Sérgio Takemoto, beneficiou 784 crianças e 140 idosos que residem nas 27 comunidades carentes onde o Movimento Solidário atua há quatro anos, com a distribuição de alimentos e produtos de higiene e limpeza para um contingente de 1.813 pessoas. Os beneficiados pela campanha 'Juntos por Belágua' foram, justamente, os moradores que se encontram mais vulneráveis nesse momento de luta contra o coronavírus.

Além da ajuda prestada por empregados da Caixa e por pessoas dos mais diferentes lugares do país, a campanha 'Juntos por Belágua' recebeu também doações dos funcionários da Fenae, Apcefs e Integra. Esse trabalho de solidariedade teve ainda a colaboração de empresas parcerias como a Petrarca ADV, a Monumenta e a LTM, que disponibilizaram recursos financeiros para a ação emergencial.

Um dos apoiadores recorrentes do Programa Movimento Solidário, a empresa Wiz Soluções e seu corpo de funcionários, abraçou a causa durante os dois meses da ação emergencial 'Juntos por Belágua'. Diretores e empregados da Wiz não mediram esforços em colaborar. Campanhas internas de arrecadação de dinheiro foram realizadas, o que redundou em um grande movimento de solidariedade.

'A contribuição de cada um fez bastante diferença na vida de quem precisa do básico para viver', declara Sérgio Takemoto, presidente da Fenae. Ele enfatiza que, nesse momento de pandemia e combinadas, as ações de solidariedade dos empregados da Caixa e da sociedade se tornam ainda mais importante. E conclui: 'Nessa campanha emergencial, constatamos que as pessoas abraçaram a oportunidade de ser solidárias e ajudaram, assim, os moradores de Belágua. Todos, portanto, estão de parabéns'.

Os parceiros do município maranhense foram um comerciante e agentes de saúde. Ao empresário local coube o fornecimento e a entrega nas comunidades contempladas – distantes uma das outras – das cestas básicas, com preço a quase de custo, enquanto o grupo de agentes sanitários acompanhou as entregas das doações para as famílias, ao mesmo tempo que esclareceu aos moradores sobre as medidas de higiene e os cuidados adequados para evitar contaminação.

Com duração de dois meses, a campanha foi desenvolvida através das plataformas digitais do Movimento Solidário e do Mundo Caixa. O programa de responsabilidade social da Fenae e das Apcefs, em Belágua, no Maranhão, agradece o apoio de todos os empregados da Caixa que doaram os pontos para ajudar a reduzir os transtornos sofridos pelas famílias com a pandemia.

O diretor do Instituto Fenae Transforma, David Borges, afirma acreditar que as comunidades, mesmo que já estejam conquistando autonomia, necessitavam dessa ajuda temporária nesse momento de crise. 'O mais gratificante das campanhas de Belágua é ver a união de todos os envolvidos na construção coletiva', reitera.

Últimas notícias de Belágua